CONGREGAÇÃO CRISTÃ
Jesus Nossa Âncora

Obrigado por visitar nosso site. Esperamos que você tenha gostado do conteúdo.
Estamos abertos para esclarecer dúvidas e aceitar sugestão.

A PAZ DE DEUS.

Por ocasião da data alusiva ao dia das mães aproveitamos essa oportunidade para lhe perguntar:

Que presente  você presume que  a sua mãe, esposa ou sogra, enfim aquela que tem uma representatividade maternal em sua vida, se alegrará em receber neste dia especialmente criado para homenageá-las? Um carro novo, um  televisor digital, um celular, uma cesta matinal,  um buquê com lindas flores, ou ainda uma visita dos seus que estão distante?  

E assim se comemoram o dia das mães, os abastados  homenageiam-as com presentes de alto valor monetário, os menos favorecidos com uma lembrancinha, mas todos querem de alguma forma  reverenciá-las nesta expressiva data histórica.

Mas será exatamente esse o presente que as mães gostariam ganhar? Será que oferecendo-lhes algo material  é o suficiente para alegrar o coração daquela que passa a vida toda se dedicando exclusivamente aos netos, filhos e esposo?

O que precisamos nos conscientizar é que o amor, o respeito, o carinho àquela que não mede esforços, que não conhece limites  para proporcionar ao seus um pouco mais de conforto e alegria, não se resume   apenas num único dia no ano, ou quando no máximo uma retribuição simbólica  no dia do seu aniversário ou numa data festiva.

Não queremos aqui generalizar todas as famílias porque sabemos e conhecemos muitos bons filhos e esposos que honram verdadeiramente as suas genitoras sem hipocrisia,  mas em verdadeiro amor. 

Entretanto, que importa a muitos maltratar em todo tempo  aquela que mais os ama  e num único dia do ano,  se render em reverência tentando conquistá-la ou amenizar as ofensas,  desobediências, desacatos  e humilhações  que muita vezes não podemos   citar aqui, e nesse dia, tentam subornar a sua consciência com coisas materiais, dando lugar à vaidade e hipocrisia em seus corações.  

A nossa rainha é muito mais digna do que essas mesquinharias materiais, supérfluas e vãs. Independente do valor monetário, sendo ofertado com hipocrisia é uma pobreza de espírito.  Ela precisa ser lembrada e reverenciada todos os dias. A mãe precisa ser amada,   reconhecida, respeitada, e receber dos seus, ainda que seja o mínimo de dignidade possível, em todos os momentos da sua vida.   

O presente que a maioria das mães mais gostariam de ganhar, certamente não estão disponíveis nas gôndolas dos mercados, porque não se pode comprá-los com dinheiro. O mundo moderno está carente de afeto, respeito, compreensão, amparo nos momentos difíceis. A família precisa de uma relação harmoniosa entre os seus, carecem principalmente da paz do Senhor e Salvador Jesus Cristo, porque sem a sua presença tudo se torna vazio, e toda prosperidade é falsa.

E você amado como tem tratado aquela que sofreu por você e  lhe proporcionou a oportunidade de estar aqui entre nós? O momento é oportuno para refletir sobre o que tem feito até hoje para alegrar e retribuir um pouco daquilo que já recebido daquela que mais o ama na face desta terra. Por que muitas vezes só reconhecemos o verdadeiro valor das preciosidades depois que as perdemos. O  nosso humilde aconselhamento é você não esperar por esse tempo, para reconhecer o verdadeiro valor daquela que mais o ama depois que não a tiver mais.

Porque consideramos e respeitamos mães que mal conhecemos ou às vezes nem as conhecemos, e a nossa rainha (mãe, esposa) tratamos com desdém e desapreço. Amado irmão, lembre-se que a melhor mãe do mundo e a melhor esposa é a sua, e este é o momento de reconciliar e declarar sem hipocrisia que a ama verdadeiramente, não somente num data simbólica, mas em todos os dias da sua vida, e certamente isso lhe será imputado como galardão.

Honrar pai e mãe é mandamento do Senhor (Efésios 6.1-3), semelhantemente aos maridos, a Palavra declara que devemos amar a esposa  como Cristo  amou a sua igreja, ou seja, se necessário oferecer  sua própria  vida por ela  (Efésios 5.25). Eis o exemplo do Mestre para que nós o imitamos em sua perfeição.

 

PARA  REFLEXÃO:

Provérbios 17.25: O filho insensato é tristeza para o seu pai, e amargura para quem o deu a luz.

 

Salmos 128.1-3: Bem-aventurado aquele que teme ao Senhor e anda nos seus caminhos. A tua mulher será como a videira frutífera ao lado da sua casa, e os teus filhos como plantas de oliveira à roda da sua mesa.

Louvai ao Senhor!

Irmão Carvalho

Quem esta online

Você tem 13 convidados e nenhum membro online